Aniversário de Ribeirão Preto: Músico mais antigo em atividade da Orquestra Sinfônica conta histórias

Author:


Ribeirão Preto completa 168 nesta quarta-feira (19) e diversas atividades estão sendo realizadas. A Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto realizou o concerto “Série Juventude tem Concerto” no último final de semana no Teatro de Arena “Jaime Zeiger”, com regência de Reginaldo Nascimento.

Entre os músicos que se apresentaram, estava Walter de Fátima Ferreira, de 67 anos, 44 deles na Orquestra. Atualmente, ele é o musicista mais antigo em atividade. “Eu vim para Ribeirão Preto no ano de 1976”, conta.

Walter é contrabaixista e ensaiava para o concerto comemorativo na sede da Orquestra, na Rua São Sebastião, no Centro da cidade, quando falou com o acidade on.

“A relação entre a Orquestra e eu é a melhor possível”, comenta. “Quando eu vim para cá, em 76, eu falei: ‘Nossa! Ribeirão Preto tem uma Orquestra!’, e estou até hoje”, diz. “Eu criei os meus filhos nesse ambiente. Eu estou muito feliz e a cidade me proporcionou isso”.

Para ele, a Orquestra tem muita relação com a própria história da cidade. Atualmente, o grupo tradicional tem 102 anos e, na década de 80, teve participação em um dos momentos mais delicados da história cultural da cidade – o incêndio no Theatro Pedro II.

Início de carreira e fogo no Theatro Pedro II

Recorte do jornal A Cidade de 1980 sobre o episódio do incêndio no Theatro Pedro II (Foto: Acervo/ A Cidade)

O contrabaixista lembra que a sua primeira apresentação oficial aconteceu em 1980, mesma data em que o Theatro Pedro II pegou fogo. Segundo a pesquisadora Gisele Haddad, na pesquisa “Nascimento, Morte e Ressurreição do Theatro Pedro II, palco da Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto”, o fogo aconteceu no dia 15 de julho de 1980 e começou com um suposto curto-circuito durante a exibição do filme “Os Três Mosqueteiros Trapalhões”.

Na época, o jornal A Cidade noticiou o fato: “Na noite de ontem um incêndio irrompeu no teto do Teatro Pedro II causando grande movimentação do Corpo de Bombeiros, que deslocou todas as suas unidades para o combate ao sinistro”. Em outro momento, o texto segue: “A notícia do incêndio no Pedro II causou comoção na cidade, uma vez que o prédio está integrado na história da cidade, sendo fruto da fase em que Ribeirão Preto era a ‘Capital do Café’”.

Segundo Haddad, o único grande protesto contra o descaso do poder público em relação ao espaço aconteceu em 5 de outubro de 1980 e foi promovido pela Orquestra. “Ocorreu a comemoração do cinquentenário do Theatro Pedro II que estava em ruínas há quase 3 meses. Para este evento, o maestro Isaac Karabtchevsky veio como convidado reger a OSRP, ao lado do seu maestro titular, Lutero Rodrigues”.

Entre os músicos na esplanada, estava Walter. “Eu ainda era estudante, estava começando naquela época. E eu convivi com várias apresentações que aconteceram na esplanada de diversos artistas em prol do Pedro II”, lembra. “Em 1980, eu participei de um concerto programado pela Orquestra”, diz. “Isso eu não esqueço até hoje”.

Orquestras nos aniversários de Ribeirão Preto

Apresentação da Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto (Foto: Reprodução/ EPTV Ribeirão Preto)

A Sociedade de Concertos Sinfônicos de Ribeirão Preto nasceu em 31 de outubro de 1922 após um incêndio, em 1921, no teatro “Polytheama”. Segundo Haddad, a tragédia incentivou os músicos a formarem a sociedade que prevalece até hoje. O grupo já marcou e continua marcando a vida de muitos ribeirão-pretanos.

Para Waldir, houve inúmeras memórias marcantes, principalmente na década de 90. “Era muito legal! O Theatro [Pedro II] estava sempre lotado”. Ele recorda de antigos aniversários da cidade em que participaram a Orquestra de Ribeirão e de Campinas. 

Além disso, Walter e o grupo estiveram presentes em inaugurações importantes. “Os aniversário de Ribeirão são um grande sucesso. Além disso, ela [a Orquestra] participou da inauguração dos shoppings, do Senai, Senac, do Sesc… Então, olha, são inúmeros momentos marcantes para mim”.

 

Programação especial do aniversário de Ribeirão Preto

18 de junho – Show Diego Figueiredo convida Sandra de Sá, às 20h30, no Morro do São Bento

19 de junho – Show Soweto, às 20h30, no Morro do São Bento

22 de junho – Show Raimundos no “Ribeirão Beer Festival”, das 14h às 22h, no Morro do São Bento

Exposições

Além dos eventos com datas previstas, também há uma programação permanente de exposições, durante todo o mês, nos museus: MIS (Museu da Imagem e do Som), Marp (Museu de Arte de Ribeirão Preto), Museu Municipal da Segunda Guerra Mundial “Expedicionário José Vivanco Solano” e no Centro Cultural Palace.

SAIBA MAIS
Confira toda a programação das festa juninas de Ribeirão Preto e região no Rota do Arraiá

FIQUE ON

Fique ligado em tudo que acontece em Ribeirão Preto e região. Siga os perfis do acidade on no Instagram e no Facebook.

Receba notícias do acidade on no WhatsApp. Para entrar no grupo, basta clicar aqui.

Faça uma denúncia ou sugira uma reportagem sobre Ribeirão Preto e região pelo WhatsApp: 16 99117 7802.

VEJA TAMBÉM
Acirp completa 120 anos com programação especial ao longo de 2024





Source link

Leave a Reply