o que é, como funciona e importância

Author:


O mercado de trabalho é uma dinâmica complexa que oferece muitas oportunidades de empregabilidade. Ele é retroalimentado por movimentações econômicas e sociais, enquanto impacta o fluxo de consumo de uma região, favorecendo o seu desenvolvimento.

Continue a leitura conosco e entenda como ele funciona, a sua importância e impacto na sociedade.

1. O que é o mercado de trabalho?

O mercado de trabalho se define pelas relações construídas entre empresas e trabalhadores. É um ambiente complexo, regido por normas, leis e fatores diversos, como aspectos econômicos, sociais e políticos.

De maneira geral, quanto mais empresas disponibilizam vagas de emprego, mais pessoas conseguem um trabalho. Em contrapartida, quando há pouca oferta de vagas e alta procura, há o aumento da concorrência profissional, com menos pessoas empregadas e mais exigências por qualificação.

2. Por que o mercado de trabalho é importante?

Ele é um mercado influente que impacta na empregabilidade da população, além de garantir o funcionamento da cadeia produtiva, impactando diretamente a economia.

Com mais pessoas empregadas com uma remuneração adequada, maior será o seu poder de compra e, consequentemente, de consumo.

Nesse movimento, novas oportunidades de emprego podem surgir, movimentando a atividade econômica, facilitando a distribuição e o aumento do bem-estar social.

Ele também é responsável pelo crescimento sustentável, competitividade de mercados, inovação, avanços tecnológicos e produtividade da região.

3. Como o mercado de trabalho funciona?

Assim como outros setores, o mercado de trabalho não é uniforme e nem pode ser nivelado como uma coisa só. Ele é composto por contribuintes e segmentos distintos que cumprem funções específicas.

Existem as empresas, as quais são responsáveis por criar oportunidades de emprego, a partir da identificação das necessidades e demanda de seus negócios.

A força de trabalho são os trabalhadores, pessoas que fazem as engrenagens econômicas funcionarem, utilizando as suas habilidades e competências para gerar resultados produtivos.

Essas duas partes são reguladas pelas leis trabalhistas, que definem os acordos e normas que devem ser seguidas por empregadores e funcionários, a fim de respeitar os seus direitos e deveres na relação trabalhista. Elas atuam sobre condições salariais, de trabalho e regulação dos setores.

 

A cadeia produtiva que compõe o mercado de trabalho ainda é dividida em três setores, sendo eles:

  • Setor primário: atuam com a extração de matéria-prima, produção e colheita de insumos naturais. São exemplos: agricultura, pecuária e mineração;
  • Setor secundário: atua com a transformação de matéria-prima em produtos. São exemplos: indústrias têxtil, farmacêutica, automobilística e produtores artesanais;
  • Setor terciário: atua na relação direta com o consumidor. São exemplos: varejo, saúde, educação e transporte.

4. Como o mercado de trabalho se divide?

Com uma vasta oportunidade de áreas para atuar, os tipos de ofertas de serviços e produtos também podem variar entre trabalhos formais e informais. Eles são regidos por normas distintas reguladas por condições trabalhistas específicas.

💼Trabalhos formais

A Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT) é um contrato firmado entre funcionário e empresa, no qual determina direitos e deveres para garantir as melhores condições de trabalho, além de determinar salário fixo, horário e benefícios assegurados por lei, como:

  • Seguro desemprego;
  • Férias remuneradas;
  • FGTS;
  • 13º salário;
  • Licença maternidade;
  • Auxílio-doença;
  • Aposentadoria.

E outros direitos trabalhistas. Quem é empregado pela CLT ainda pode usufruir de outras vantagens, como plano de saúde, vale-transporte e vale-alimentação.

🛠️Trabalhos informais

Os trabalhadores informais não possuem a carteira de trabalho assinada, então, não usufruem de alguns benefícios proporcionados pela CLT. Atividades remuneradas de forma autônoma, como prestadores de serviços e PJ, são alguns dos exemplos dessa modalidade.

5. Como está o mercado de trabalho atual?

O estudo sobre o primeiro trimestre de 2024 do IPEA¹ apresenta que houve um crescimento de 3% de empregados com carteira assinada, em relação aos três meses anteriores. 

O mundo profissional está passando por constantes mudanças nos mais diversos setores, que impactam em inovações relacionadas à flexibilidade, automatização e valorização da qualificação profissional.

As tecnologias trouxeram mais autonomia e praticidade para o mercado de trabalho atual. Com recursos que permitem que equipes inteiras atuem a distância, softwares de controle e acompanhamento digital de atividades, assim como desempenhos, também permite jornadas flexíveis, home office, teleatendimentos, entre outras modalidades de trabalho.

💡Leia também: post explicativo sobre os tipos e vantagens de flexibilização no trabalho.

Além disso, visando otimizar atividades repetitivas e burocráticas, a automatização de processo traz ferramentas que permitem que os profissionais apliquem as suas capacidades em demandas mais complexas e complementares à tecnologia. Assim, a agilidade e a especialização se tornam cada vez mais valorizadas.

Os profissionais têm a possibilidade de explorarem novas áreas de atuação e se desenvolverem em segmentos, metodologias e capacitações mais específicas para se destacarem no mercado de trabalho.

Em um ambiente de constante transformação, há espaço para crescimento e aperfeiçoamento duradouro.


Continue conosco e explore outros conteúdos no blog da Catho que te ajudam a aprimorar as suas skills para conquistar as habilidades mais requisitadas pelo mercado em 2024. Conte com a gente para impulsionar a sua carreira!

Não se esqueça de deixar seu comentário e compartilhar com seu colega que tem dúvida!

Até a próxima!

VAGAS ABERTAS | Principais áreas contratando

Se você está buscando um emprego, selecione abaixo a sua área de interesse e confira os cargos com oportunidades abertas!



Source link

Leave a Reply