A Renault abre empresa com Volvo para criar uma nova geração de vans elétricas voltada para uma logística mais eficiente e com baixas emissões de carbono

Autor(a):


A Renault abre empresa com Volvo para criar uma nova geração de vans elétricas voltada para uma logística mais eficiente e com baixas emissões de carbono
Nova van elétrica será lançada pela Renault e Volvo (Imagem / Reprodução: Renault)

Em uma movimentação significativa no cenário automotivo e logístico, o Grupo Renault, o Grupo Volvo e o Grupo CMA CGM anunciaram uma parceria estratégica para o desenvolvimento de uma nova geração de vans elétricas.

Esse empreendimento busca atender à crescente necessidade de uma logística eficiente e descarbonizada, antecipando-se às futuras regulamentações sobre emissões de CO2 no transporte de mercadorias.

Segundo informações fornecidas pela Renault, as três empresas planejam investir 300 milhões de euros cada nos próximos três anos para fomentar essa inovação. A criação da nova empresa está prevista para o início de 2024, sujeita à conclusão de todos os processos de aprovação regulatória. A futura companhia operará sob sua própria identidade corporativa e terá sede na França.

Artigos recomendados

Oportunidades de mercado e desafios logísticos

Até 2030, o mercado europeu de furgões eletrificados deve triplicar, criando uma imensa oportunidade para esta nova oferta de Veículo Comercial Leve (LCV, na sigla em inglês). A iniciativa foca particularmente nos negócios em expansão de comércio eletrônico e aluguel de veículos.

A parceria abordará os desafios enfrentados pelos atores logísticos, oferecendo soluções mais seguras e eficazes através da nova plataforma de Veículo Definido por Software.

Inovação em eletrificação e conectividade

Os novos furgões serão construídos em uma plataforma totalmente elétrica, proporcionando alta modularidade para diferentes tipos de carroceria a um custo reduzido. A Volvo, líder global em caminhões, contribuirá com sua vasta experiência em serviços de produtividade e tempo de atividade.

Já a Renault, uma pioneira europeia em veículos elétricos, fornecerá know-how para o desenvolvimento da plataforma elétrica. O veículo também contará com recursos inéditos de monitoramento de atividades de entrega e desempenho empresarial.

“A eletrificação e a digitalização estão abrindo caminho para uma revolução no mercado de LCV. A Renault tem a intenção de liderar essa transformação”, disse Luca de Meo, CEO do Grupo Renault. Por outro lado, Martin Lundstedt, presidente e CEO do Grupo Volvo, reiterou que “a parceria e a colaboração são fundamentais para alcançar soluções de transporte sustentáveis”.

O Grupo CMA CGM, um player global em todos os segmentos da cadeia de suprimentos, pretende auxiliar a nova empresa na construção de soluções apropriadas que atendam às necessidades de todos os players do transporte e da cadeia de suprimentos.

Com informações da Renault





Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *